quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Sopa Sopa Sopa Sopa Sopa Sopa Sopa Sopa Sopa

Sopa é a vontade tornada realidade. É a atividade que luta contra a hipertrofia dos corpos que repousam na inatividade. O desejo que deixou de ser anseio e caminhou buscando novo rumo. Sopa é e/ou pode ser a simples mistura. As letras que formam as palavras não possuem a mesma forma. O êxito esta exatamente no complemento de suas variadas formações. Podem conter um nexo ou simplesmente serem o que é. Sopa não busca sentido. Não é forma ou conteúdo e muito menos mensagem. Pode ser o alimento, o caldo turvo que carrega elementos diversos oriundo de sentimentos comuns a algumas pessoas. Sopa, por outro lado, não nega. Por não corroborar, não enxergamos a necessidade de negar tudo. Sopa usa tudo aquilo que esta a sua disposição seja o problema ou a solução. A destruição pode vir da reconstrução e a formação pode vir após a deformidade estar completa. Sopa é o que deve ser. E por isso, pode ser tudo e nada. Sopa é Sopa.
Texto - D. Agathocles
Imagem - Alvico

2 comentários:

Davi Agathocles disse...

gostei dos tons das cores. ficou muito bacana. cada dia tá melhor. realmente você tem talento.

amandinha_132000 disse...

O texto é muito legal! Adoro verde.. :D